Se deseja dar a sua opinião sobre Luis Cília e a sua obra envie um mail

(leonardo.verde@gmail.com)

 

   excerto da canção: 

1a Canção breve

 

 

 

 

Tudo me prende à terra onde me deito

o rio subitamente adolescente,

a luz tropeçando nas esquinas,

as areias onde ardi impaciente.

 

Tudo me prende do mesmo triste amor

que há em saber que a vida pouco dura,

e nela ponho a esperança ou o calor

de uns dedos com restos de ternura.

 

Dizem que há outros céus e outras luas

e outros olhos densos de alegria,

mas eu sou destas casas, destas ruas,

deste amor a escorrer melancolia.

 

 

Caixa de texto: "O peso da sombra - A Poesia de Eugénio de Andrade"

 

Caixa de texto: Poesia de
Eugénio de Andrade

Caixa de texto: luis cilia
 

Canções neste disco:

 

       <Anterior  -  Seguinte>

 

 

página inicial