Se deseja dar a sua opinião sobre Luis Cília e a sua obra envie um mail

(leonardo.verde@gmail.com)

 

 

1a – Coração e o tempo

 

Meu sonho, meu coração;
Caminho errado e sempre certo
De quem do amor fez razão
De sentir a vida mais perto.

Meu sonho, meu coração;
Destino de lume e vento
Que bebe nos seios da opressão
O veneno e o leite de cada momento.

Meu sonho, meu coração;
Segredo idílico de águas e areias
Gerando no ventre de cada estação
O sangue e o sol da secura e da cheias.

Meu sonho, meu coração;
Imperfeito vestígio deste viver
Que, dócil, se faz triste e vão,
Sem alento para criar ou morrer.

Meu sonho, meu coração;
Humano indício deste viver
Que, rebelde, refaz a alegria e a mão,
Sem receio de lutar e crescer.

 

Meu sonho, meu coração.
 

 

 

 

Caixa de texto: "La poésie portugaise de nos jours et de toujours – 1"

 

Caixa de texto: Poesia de
Orlando da Costa

Caixa de texto: luis cilia
 

Canções neste disco:

 

        <Anterior  -  Seguinte>

 

 

página inicial

 

 

   excerto da canção: