Se deseja dar a sua opinião sobre Luis Cília e a sua obra envie um mail

(leonardo.verde@gmail.com)

 

   excerto da canção: 

2a Gabriel

 

Hão-de morrer ainda mais trinta tiranos

Gabriel, teu nome não se apagará.

De quem lutou sem treva tantos anos

Sem outro salário que o de uma vida má.

 

Vida cruel bordada de ódio e de tristeza

Mas tangida pelo canto da vitória.

Que se renova, que renasce e recomeça

Nada já pode apagá-lo da memória.

 

Nunca cedeste um passo mesmo a sós

Nos campos prisioneiro da morte lenta.

Mas o teu inimigo é o de todos nós

Com a tua ajuda a nossa força aumenta.

 

(Gabriel Pedro comunista morto no exílio em 1972. Doze anos de prisão no campo de concentração do Tarrafal)

 

 

Caixa de texto: "Contra a ideia da violência a violência da ideia"

 

Caixa de texto: Poesia de
Manuel Correia

Caixa de texto: luis cilia
 

Canções neste disco:

 

        <Anterior  -  Seguinte>

 

 

página inicial

 

 

Aqui (clique na imagem) poderá ver no youtube uma gravação de "gabriel" numa das suas actuações na TV francesa, datada de 1973