6b – O menino negro não entrou na roda

(segundo o próprio Luís Cília, este foi o seu primeiro poema musicado)

 

 

excerto da canção

 

 

O menino negro não entrou na roda,

Das crianças brancas. As crianças brancas

Que brincavam todas numa roda viva

De canções festivas, gargalhadas francas.

 

E chegou o vento junto das crianças,

E bailou com elas e cantou com elas,

As canções e danças das suaves brisas,

As canções e danças das brutais procelas.

 

E o menino negro não entrou na roda.

 

Pássaros em bando voaram chilreando

Sobre as cabecinhas lindas dos meninos

E pousaram todos em redor. Por fim

Bailaram seus voos, cantando seus hinos.

 

E o menino negro não entrou na roda.

 

«Venha cá pretinho, venha cá brincar»

Disse um dos meninos com seu ar feliz.

A mamã zelosa logo fez reparo

O menino branco já não quis, não quis…

 

O menino negro não entrou na roda,

Das crianças brancas. Desolado, absorto,

Ficou só, parado, com olhar de cego,

Ficou só, calado com voz de morto.

 

Poesia de

Geraldo Bessa Victor

Canções neste disco:

 <Anterior  -  Seguinte>

 

página inicial

 

Aqui poderá ouvir a versão desta canção inserta no LP "Meu País", 1970

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

António Pedro Braga no seu primeiro disco, EP datado de 1970, interpretou a canção "O menino negro não entrou na roda". Clique na imagem para ouvir esta interpretação no youtube.